Sites Grátis no Comunidades.net
Crie seu próprio Site Grátis! Templates em HTML5 e Flash, Galerias em 2D e 3D, Widgets, Publicação do Site e muito mais!
Menu

Total de visitas: 24619
 
PERIQUITO INGLES - BUDGERIGARS
BUDGERIGARS E SUA CRIAÇÃO


Meu nome é Luiz Américo, sou brasileiro, casado, advogado e criador de Periquito Australiano (Padrão Inglês). Nasci em 1977, e desde os 07 anos de idade crio periquito autraliano. Hoje possuo em meu criatório mais de 120 periquitos australianos padrão inglês. Meus pássaros foram adquiridos em Goiânia/GO e São Paulo/SP, e hoje tenho em meu plantel sangues de Flávio Rabelo (GO), Renato Uchoa (SP), Jorge de Pina (RJ), Manoel Luiz (SP), Norberto Garcia (SP), Fúlvio Lucietto (SP), Ciro Franco (SP), Jo Mannes (Alemanha) e Daniel Lutolf (Suiça). Minha criação é feita em viveiros e gaiolas. Nos viveiros ficam os filhotes e os periquitos adultos, nas gaiolas são separados os casais para procriação. O criador deverá tomar muito cuidado com a higiene dos viveiros e gaiolas, pois a profilaxia é o melhor remédio no combate às doenças. Deverá o criador dar preferência à agua filtrada. Não basta só inserir a ave em uma gaiola e esperar que ela lhe dê frutos, é necessário dedicação, trabalho, estudo e muita paciência. Telefone para contato (34) 8853-1978 / 9192-1978 Cidade de Araguari/MG.

 

O PERIQUITO AUSTRALIANO (PADRÃO INGLÊS)

Primeiramente, o criador que vai iniciar esta criação deverá ter um local apropriado para colocar as aves. Não basta só fazer adaptações e esperar que tudo dê certo.
O criador deverá ter em mente que estas aves não pertencem à fauna brasileira e não se adptam às condições climáticas, e por isso o criador deverá proporcionar às aves as melhores condições possíveis para sua criação.

O local ideal para a criação dos periquitos autralianos padrão inglês deverá ser feito em um quarto bem arejado, com janelas para entrada de bastante luminosidade e de preferência o sol da manhã, buscando sempre evitar correntes de ar, mas renovando sempre o ar dentro do criatório.

O criador deverá ter o cuidado de ao construir o quarto, ou adptá-lo, procurar fechar as janelas durante o período noturno, onde podem ocorrer chuvas fortes e queda de temperatura. Poderá ainda colocar do lado externo das janelas um plastico grosso ou uma lona transparente buscando sempre manter uma luminosidade no quarto e quando baixadas evitar as correntes de ar.

Lembre-se sempre: O ar dentro do aviário deverá ser renovado a cada instante, pois assim, as aves ficam livres de doenças e outros males.

COMO CRIAR OS PERIQUITOS

Os periquitos podem ser criados tanto em viveiros ou em gaiolas.
Caso o criador queira inserir ninhos dentro do viveiro, optará pela criação em colônia, mas perderá qualidade em seu plantel, pois não será possível saber a origem do filhote, já que uma fêmea poderá acasalar com vários machos. Nesta criação se o criador tiver 10 casais, deverá colocar no viveiro 20 ninhos e se possível distante uns dos outros, em pontos altos e de modo que o periquito estando em um ninho não veja o outro. O criador deverá ter o cuidado de colocar uma "tapa" para uma fêmea ou macho não ver o outro ao lado, já que no período de reprodução ficam muito agressivos podendo nas brigas causar a morte de pássaros e filhotes. (não aconselho esta criação).

Caso o criador opte por uma criação com mais qualidade, buscando observar cores, tamanho da cabeça, do corpo das aves, largura dos ombros, máscaras e pintas, deverá fazer a criação em gaiolas, nada impede de ter o criador um viveiro para manter suas aves, mas a reprodução deverá ser feitas em gaiolas. (utilizo em meu criatório a procriação em gaiolas separadas, ficando um casal em cada, e cada gaiola mede 30x40x70)

Todo criador deverá ter um viveiro para colocar os filhotes e os pássaros que não estão reproduzindo. O viveiro é impotante para a ave se exercitar.

ALIMENTAÇÃO

Alpiste - 50%
Painço - 50%
Aveia - em um comedouro separado
Farinha de ostra - em um comedouro separado
Farinha c/ papa de ovo - em um vasilhame separado
Osso de Ciba (auxilia na reprodução e excelente fonte de cálcio)
Chicória (todos os dias)

Milho

Beterraba ralada

Água limpa (de preferência filtrada)


LIMPEZA

A profilaxia é o melhor remédio no combate às doenças.

As gaiolas devem ser limpas, devendo o criador limpar o fundo das gaiolas todos os dias e a grade de proteção pelo menos 01 vez por semana. Os poleiros e comedouros devem ser mantidos limpos, e os bebedouros deverão ser lavados todos os dias.

O Criadouro dever ser bem limpo e desinfetado. O criador deverá tomar muito cuidado na administração de produtos de limpeza, pois muitos produtos liberam odores que podem prejudicar as aves.

INICIO DA CRIAÇÃO

O criador deverá iniciar a criação com pelo menos 05 casais, pois o periquito necessita do barulho que produzem para se reproduzir, sendo bantante visuais e auditivos. Basta observar que na natureza vivem em colônias.

Caso o criador tenha apenas um casal, poderá no início ter mais dificuldades para iniciar a procriação.

FORMANDO OS CASAIS

Os casais deverão ser formados buscando sempre dosar as qualidades e os defeitos que um possui em relação ao outro, trata-se aqui da busca de um modelo ideal, onde cada criador tem em sua mente aquele padrão que mais lhe agrada.

Caso uma fêmea não tenha uma cabeça grande, deverá ser colocada para procriar com um macho que já tenha a cabeça grande e assim por diante. O ideal é possuir aves dentro do padrão inglês e de competição, pois assim ficará mais fácil conseguir filhotes de boa qualidade.

REPRODUÇÃO

Após selecionados e separados os casais, o criador deve ter em mente que quanto maior o número de qualidades nas aves, mais difícil é a sua reprodução.

O acasalamento acorre geralmente no período da manhã, e após o cruzamento e estando a fêma galada, esta levará em torno de 08 dias para botar o primeiro ovo, e os demais serão colocados dia sim dia não alternadamente até um total de 08 ovos.

A fêmea inicia a choca a partir do 2º ovo e após 18 dias nascem os filhotes, e com 30 a 35 dias saem do ninho.

É importante o criador ter em seu plantel vários casais chocando, pois podem ocorrer de um periquito comer ovos, bater em filhotes, ou ainda botar muitos ovos ou ter vários filhotes em um mesmo ninho, nestes casos os ovos e filhotes existentes deverão ser distribuídos para as outras fêmeas que estejam com ovos ou filhotes na mesma idade.

O criador deverá marcar os ovos e os filhotes para não confundir os pais e poderá utilizar para isso violeta de genciana e anilhas fornecidas pelos clubes de pássaros.

NINHOS

Os ninhos são caixas de madeira que podem ser encontradas nas casas de aves, podendo ser utilizadas tanto do lado interno quanto do lado externo das gaiolas.

Se a gaiola for pequena, o ninho deverá ser colocado do lado externo buscado dar aos periquitos maior quantidade de espaço dentro da gaiola.

A gaiola e os ninhos ideais para o periquito inglês são as gaiolas e os ninhos de agapornes que cada criador poderá encontrar facilmente nas lojas de aves. Poderá ainda adaptar voadeiras para canários e colocar os ninho utilizados para agapornes do lado externo da gaiola.

 

Para maiores informações acesse: periquitoingles-las.blogspot.com

Criar um Site Grátis    |    Crear una Página Web Gratis   |   Create a Free Website Denunciar  |  Publicidade  |  Sites Grátis no Comunidades.net